Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

músicos cristãos não podem cobrar cachê?

No começo do ano, alguns blogs publicaram valores de cachês cobrados por músicos evangélicos. Mas os tais valores exorbitantes (supostos 250 mil reais cobrados pelo Ministério Diante do Trono) não se confirmaram e, como o primeiro blog a publicar a notícia deletou a postagem, outros blogueiros fizeram o mesmo.
Descontando a falta de prova dos números, ficaram as perguntas: músicos cristãos podem cobrar cachê para se apresentar? Como autointitulados levitas, eles não podem ser artistas?
Vinde e arrazoemos:
1 – Os levitas da Bíblia eram especialistas que atendiam exclusivamente às atividades do templo e trabalhadores remunerados (será que alguém ousava criticá-los porque não serviam gratuitamente por amor à causa?) Nem sempre é válido comparar aquele contexto com os dias atuais. Por exemplo, os cantores de Davi ou a banda de Jedutum não saíam em turnê pela Palestina. Segundo as práticas da época, sua arte musical estava vinculada à funcionalidade litúrgica.
2 – Felizmente, há muitos m…

os 5 pastores mais ricos do Brasil

A revista americana Forbes publicou o ranking dos cinco pastores brasileiros mais ricos [Tradução minha. O original está aqui.).
"A religião sempre foi um negócio rentável. E se acontecer de você ser um pregador evangélico brasileiro, as chances de tirar a sorte celestial são realmente muito altas nestes dias. 
"[...] Uma das qualidades mais atrativas dos evangélicos é a sua crença de que os resultados materiais do progresso são um favor de Deus.  
"O valor do progresso material no evangelicalismo do Brasil é explícita e ativamente promovido. Aline Barros, cantora e pregadora que já ganhou o Grammy, diz assim: "O que você fez para o Reino de Deus? O que você tem produzido para Deus? Se você está vivo, você tem o fôlego de vida. Produza! "
"Isso parece estar funcionando. Como tem sido amplamente divulgado, o Brasil viveu um período de grande crescimento econômico ao longo dos últimos anos. O sucesso econômico do país não só tirou milhões de brasileiros da…

o homem que não comprava sonhos

Se virem aquele escritor por aí, digam-lhe que não estou comprando sonhos.
O vendedor de sonhos diz que não é preciso chorar num funeral, que funeral não é lugar de dor. O vendedor de sonhos não quer que ninguém sofra, que ninguém chore. Prefiro o pregador do Eclesiastes me dizendo que é melhor ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete.
Onde há luto, se pensa na finitude das coisas. Onde há banquete, há ilusão de que a alegria não termina. Os sonhos se vendem no banquete.
Não deixe de sonhar e também se alegre no banquete. Não é proibido. Devia ser proibido vender sonhos.
Já morei numa rua em que um rapaz passava vendendo sonhos. Sonhos de nata, sonhos de creme. Morei lá por 4 anos, e ele continua no mesmo Passat 1985. Só quem enriqueceu vendendo sonhos foi o Augusto Cury.
Vi vendedores apregoando o sonho de felicidade em 8 lições. Tudo em 8 passos. 8 capítulos. 8 migalhas que caem da mesa dos bem-sucedidos, dos bem-casados, dos bem-empregados, dos bem-aventurados.
É…

crianças, um muro e uma bola

Crianças palestinas jogam futebol em frente ao muro erguido por Israel. Entre tantas soluções para a paz, eu fico com a pureza da resposta das crianças.



Foto de Ahmad Garabli (AFP) na aldeia de Abu Dis, na Cisjordânia, em 8 de novembro de 2012.