Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Fala, Vinicius

Vinicius de Moraes tem um recado pra quem anda postando que vai embora do país depois da eleição:


ao professor, um poemeu

Ao professor que não sabia de cor os nomes dos rios da margem direita do Amazonas
O que faz o livro? Tira o pássaro da gaiola sem grades.
E a borracha? Apaga tudo o que não é saudade.
O que fazem as filas? Estacionam a gente do lado de fora da vida.
O que faz um rio? Sonha em virar cachoeira.
O que faz o professor? Abre janelas.

filmes de criança e filmes sobre crianças

3 filmes para assistir com as crianças, noves fora a trilogia Toy Story, que você já deveria ter assistido com elas:

Wall-e Um discurso ecológico sem ecochatice, um elogio divertido à vida saudável e uma homenagem à pureza dos filmes mudos.

Ratatouille O preconceito e o esnobismo são piores que fast-food. A felicidade das coisas simples da vida.

Super 8 Assisti com meus filhos as ficções infantis Os Goonies e Viagem ao Mundo dos Sonhos. Eles acharam ambos bem fraquinhos e eu tive certeza que a memória da gente é enganosa. Prefira Super 8, um filme do século 21 que homenageia as ficções infanto-juvenis do século 20, mas que termina sendo melhor do que os homenageados.
Comentário do meu filho mais novo ao fim da sessão: “Esse filme é tão legal que eu queria esquecer tudinho só pra assistir como se fosse a primeira vez de novo”

2 filmes sobre crianças para ver sem as crianças:

Filhos do Paraíso O drama de dois irmãos para recuperar um par de tênis. Simples e emocionante. Fora que é um alívio …

Marina e a campanha de sete pecados

Após o resultado do 1º turno das eleições 2014, Marina Silva disse estar orgulhosa de sua campanha. Mas também pode estar se perguntando “onde foi que eu errei?”. Afinal, ela chegou a estar com o ticket para o 2º turno nas mãos e, pouco a pouco, sua candidatura foi perdendo fôlego.
Quais seriam os prováveis pecados de rota e estratégia na sua campanha? Como num jogo de 7 erros, achei alguns:
7) Fator emocional: a comoção geral em torno da morte de Eduardo Campos alavancou o crescimento súbito de Marina. Com o passar do tempo, a poeira assentou e o impulso emocional arrefeceu.
6) Amizade “indevida”: em 2013, muita gente foi às ruas gritar não só contra o governo, mas contra os empresários do transporte coletivo, contra a FIFA e também contra os bancos, ocasião em que várias agências foram depredadas. Quando o eleitor descobriu que Marina Silva tinha a amizade e o financiamento de Neca Setúbal, herdeira e acionista do Banco Itaú, ele pode ter desconfiado de que a amizade seria “indevida”…