Pular para o conteúdo principal

Escuta Só: ouvido absoluto

Você consegue imaginar como seria se qualquer som que você ouvisse fosse uma nota musical? Um despertador pode soar em Dó, um gato miar em Si bemol e um telefone tocar em Sol sustenido. Esta rara habilidade faz parte do universo de indivíduos com "ouvido absoluto". Mas quais as razões disso acontecer? Como vivem estas pessoas? (Texto de divulgação desse documentário no YouTube). Assista "Escuta Só: ouvido absoluto":

 

Comentários

Alessandra disse…
não consigo entender nem o "ouvido relativo", quem dirá o "ouvido absoluto"... rsrsrs.
É impressionante!
Eu nasci com ouvido absoluto...aos 12 anos comecei a tocar de ouvido qualquer instrumento apos ter ouvido alguem tocar, eu sentava e fazia a mesma coisa.Pegava um violão ouvia,pegava e tocava,acordeon etc.
Ouvia o son da vitrola, e tirava na hora a mesma musica que estava tocando.Sofri muito por ter essa grande sensibilidade musical desde cedo.Porque meus pais viviam no mundo das Sombras dos ouvidos brigando o tempo todo,nunca tive educação musical muito menos ambiente que me proporcionasse essa alegria.No entanto,o meu Lá interno vibrou desde cedo,e aos 24 anos maios ou menos cansada de não ser estimulada,aos 27 anos me casei.Senti que meus ouvidos se aquietaram por um tempo,mas ao voltar a meditar profundamente eles voltaram a despertar,onde fiz teatro,que contem preparo de voz de corpo, trabalhei em rádio,componho letras,mas estou precisando muito de um arranjador de qualidade pra me ajudar a realizar hoje aos 60 anos, meu Lá interno de alma que começou em tenra idade,tenho uma filha com 27 anos que é cantora e compõe letras tambem.Nada pra mim foi fácil, mas acredito na voz que vem do meu interior,vou morrer cantando e muito! As letras que faço falam da alma musical,falam da vida e do amor,da natureza e da Luz que provê a vida neste planeta...
Meu nome é MarileneAguiar
Quem puder me ajudar nos arranjos de letras raras, ficarei imensamente feliz....meu contato;
11-96340.2347

Postagens mais visitadas deste blog

Lutero e a Reforma da música - parte 1

Andreas Karlstadt acaba de publicar em Wittenberg um panfleto com 53 tópicos condenando a liturgia católica, rejeitando seu formato, seu idioma e sua música inacessível ao canto congregacional. Isso foi manchete em março de 1522. Naquele ano, Martinho Lutero, após seu exílio no castelo de Wartburg, voltava para Wittenberg, onde em 31 de outubro de 1517 ele publicara suas 95 Teses. Isso continua sendo manchete há 499 anos. Esperava-se que o Dr. Lutero, o reformador protestante, apoiasse Karlstadt. Mas ao chegar na cidade, Lutero profere uma série de oito sermões com o intuito de corrigir a reforma litúrgica radical de Karlstadt. A reforma luterana deveria ser mais cautelosa e mais conservadora devido 1) à necessidade de reformar o ensino bíblico antes de modificar o ritual e 2) ao apreço de Lutero pelo canto tradicional polifônico. As proposições reformadoras de Lutero cuidaram de preservar o aparato cerimonial da missa católica, cuja música, linguagem e ornamentações possuíam alto valor …

uma imagem que vale mil canções: história da música dos adventistas

A história da música adventista no Brasil passa obrigatoriamente pelos músicos nessa foto, tirada num encontro de músicos no Rio de Janeiro: 1ª fila, da esq. para direita: Mário Jorge Lima, Williams Costa Junior, Jader Santos 2ª fila: Evaldo Vicente, Valdecir Lima, Lineu Soares, Flávio Santos 3ª fila, à direita: Alexandre Reichert Filho
[Não conheço o trabalho de Wilson Almeida e Horly de Oliveira, na 3ª fila, da esquerda para direita. Por isso, vou mencionar somente os demais músicos].
No final dos anos 1970 e início dos anos 80, tendo como epicentro o Instituto Adventista de Ensino (hoje, UNASP-SP), eles viabilizaram uma mudança de paradigma sacro-musical que impactou a estrutura musical e poética tradicional e mobilizou um novo modelo de prática musical para as igrejas adventistas no Brasil.

Trata-se de uma foto carregada de capital simbólico, visto que reúne uma geração espetacular de letristas, maestros, instrumentistas, compositores e arranjadores que deram novos rumos à música…

quando a teologia canta