Sabedoria x Estupidez nestes dias maus

"Nas minhas reflexões sobre estes tempos que vivemos no Brasil e a necessidade cada vez mais crescente de humanização e de paz, deparei-me com o ensaio "As Leis Fundamentais da Estupidez" [escrito pelo professor da Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA), o italiano Carlo Cipolla, em 1976]. Com ele, veio a compreensão de que o que estamos vivendo em nosso país é a estupidez humana tornada pública em tal nível que ganha ares de triunfo pela visibilidade que as mídias digitais lhes proporcionam.
"Digo isto baseada na Terceira Lei Fundamental da Estupidez, que Cipolla chama de Lei de Ouro. É a própria definição do termo, muito mais profunda do que a que eu vivenciava: UMA PESSOA ESTÚPIDA É UMA PESSOA QUE CAUSA UM DANO A UMA OUTRA PESSOA OU GRUPO DE PESSOAS, SEM, AO MESMO TEMPO, OBTER QUALQUER VANTAGEM PARA SI OU ATÉ MESMO SOFRENDO UMA PERDA.
"Sim! Pedir intervenção militar num país cujas feridas dos 21 anos de ditadura militar ainda estão abertas, e que ainda sofre com práticas herdadas daquele período, é buscar causar mais dano a esta população sofrida, e prejuízo que pode se abater sobre as próprias pessoas que o demandam. 
[...]
"A Quarta Lei Fundamental da Estupidez também contribuiu nas minhas reflexões: AS PESSOAS NÃO ESTÚPIDAS SUBESTIMAM SEMPRE O POTENCIAL NOCIVO DAS PESSOAS ESTÚPIDAS. Com esta lei, emerge o alerta de que somos geralmente levados a acreditar que uma pessoa estúpida faça mal somente a si própria, mas isto significa, para Cipolla, “enfrentar a estupidez com a ingenuidade”. Como visto acima, o dano causado pela estupidez é coletivo.
"Cipolla expõe o desafio da busca da sabedoria (inteligência) para contrapor a estupidez. Para ele, os sábios 'são os que agem em busca de benefícios para as demais pessoas e grupos sociais e incluem a si próprios'.
[...]
"Na Bíblia cristã são muitas as expressões poéticas e de sabedoria popular que desafiam o tema, correspondendo ao que o italiano Carlo Cipolla indica. Compartilho algumas:
'Até quando, Senhor, os perversos, até quando exultarão os perversos? Proferem impiedades e falam coisas duras; vangloriam-se os que praticam a iniquidade. Esmagam o teu povo, Senhor, e oprimem a tua herança. Matam a viúva e o estrangeiro e aos órfãos assassinam. E dizem: O Senhor não o vê; nem disso faz caso o Deus de Jacó. Atendei, ó estúpidos dentre o povo; e vós, insensatos, quando sereis sábios?' (Salmos 94.3-8).
'Os sábios entesouram o conhecimento, mas a boca do estúpido é uma ruína iminente' (Provérbios 10.14)
'AS PALAVRAS DOS SÁBIOS, OUVIDAS EM SILÊNCIO, VALEM MAIS DO QUE OS GRITOS DE QUEM GOVERNA ENTRE ESTÚPIDOS' (Eclesiastes 9.1)
Ao final deste artigo compartilho que seguirei nas minhas reflexões, buscando superar a perplexidade, na trilha de ações baseadas na sabedoria cristã humanizante, pacificadora, misericordiosa e amorosa, incluídos os espaços digitais. Uma inspiração são as palavras do apóstolo Paulo:
'Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como estúpidos, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus' (Efésios 5. 14-16)."

*****
Texto da Magali Cunha na sua coluna semanal Diálogos da Fé, no site da Carta Capital
O texto completo você acessa aqui: https://goo.gl/gwYFT1
"As Leis Fundamentais da Estupidez": http://leisdaestupidez.blogspot.com/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

o mito da música que transforma a água

avatar e a espiritualização da natureza

paula fernandes e os espíritos compositores