29 dezembro, 2011

as músicas de 2011


Alguns dos álbuns que ouvi esse ano, e que considero importantes e bons, eu já gostei na primeira audição, como, entre outros, os trabalhos de Fernando Iglesias, Daniel Lüdtke e Athus (este, por se tratar de músicas já consagradas e ainda com aquelas pequenas joias musicais infantis). E alguns precisaram de mais audições. Faltou escutar outras músicas e cantores, mas aí está minha lista do que consegui ouvir quando meus filhos deixam eu mudar de cd em casa ou no carro:
Um CD que celebra o encontro entre a musicalidade popular e a sofisticação orquestral: Peças de Francis Hime e Nelson Ayres, gravadas pela OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo)

Dois gigantes da música instrumental brasileira na interpretação de dois grandes músicos: GismontiPascoal – A música de Egberto e Hermeto, de André Mehmari e Hamilton de Hollanda

Um CD com obras de um gênio do Romantismo interpretadas por um gênio do recato do sentimento: Chopin – The Nocturnes, de Nelson Freire

Um DVD que vale a pena ouvir de novo e que agrada todas as faixas etárias aqui de casa: Vai Começar, do Quarteto Athus

Um CD calmo, sereno e tranquilo; e inspirador: Madrugada, de Fernando Iglesias

Um CD que entende que a música pop contemporânea pode estar a serviço do evangelho se houver integridade e refinamento artístico: Daniela Araújo 

Um CD que é um bem-vindo sopro de novidade para as melodias de louvor congregacional acompanhado de um DVD que motiva a adoração reverente e alegre: Salmos, de Daniel Lüdtke

Quando voz, poesia e estilo se equilibram em um CD sem medo de ser feliz e cristão: Multiforme, de Paulo César Baruk

Um CD menos preocupado com modernidade sonora e mais centrado numa poesia que foca o amor perdoador e a comunhão: Quem Imaginou, de Vagner Dida

Não é um CD, mas é um testemunho de vida que tem muito mais a dizer que todo um catálogo de extravagância gospel: Rodolfo Abrantes no programa Altas Horas (veja aqui)

3 comentários:

Fabio Justino disse...

Ontem eu conversava com um amigo, a maior licao que Deus me deu em 2011 (pelo menos ate agora), foi aprender a conviver com pessoas que pensam (e vivem) completamente diferente de mim. Mas, sejamos sensatos, e bom demais ler e ouvir pessoas com opinioes bem parecidas com a nossa e foi isso que eu acabei de sentir ao descobrir este blog.

Deus honre as maos de quem digita e esclareca mais e mais a mente de quem o pensa.

Gostei demais,

Um 2012 Feliz!

Fabio Justino

joêzer disse...

Fábio,
obrigado pela gentileza do comentário. Um ótimo 2012 pra você!

lmmc disse...

várias sugestões anotadas :)