26 novembro, 2010

como Davi ou como Michael Jackson?

Michael Jackson foi um artista extraordinário. Voz inimitável, coreografias surpreendentes, canções marcantes, produções tecnicamente impecáveis. Além disso, apesar das polêmicas e controvérsias de sua vida fora dos palcos, não me lembro de que ele tenha misturado religião e passos do "moonwalk" (o famoso andar deslizando para trás).

O Raiz Coral, ligado à música gospel, venceu a semifinal do concurso "Qual é o Seu Talento?" (QST), do SBT. Nessa etapa do programa, o coral cantou e dançou uma música em que alguns trechos da letra dizem "Se o espírito de Deus habita em mim, eu danço como Davi/eu salto como Davi". A canção original diz "Eu canto como o rei Davi". Mas a dança apresentou os passos do "moonwalk". 

O que o Raiz Coral queria dizer é: Se o espírito de Deus se move em mim, eu canto como Davi e danço como Michael Jackson?

A comparação é muito forte? Então, olha o que disse um dos jurados do programa, Carlos Eduardo Miranda com sua maneira particular de ser franco: "Se falar em termos cristãos, vocês beiraram a presepada. Coisa pra enganar os outros. Vocês vieram [na etapa anterior] com jeito mais sutil e agora "louquearam" [enlouqueceram] tudo. Ficaram gritando como vendedor de geladeira, de liquidificador... Não precisa disso. Deus chega mais maciozinho".

Outro jurado, Thomas Roth, discordou de Miranda e disse: "Faz isso quem pode. Não é pra qualquer um".

Já que a habilidade e a competência do Raiz Coral são inegáveis, a crítica do Miranda foi para a mistura musical e coreográfica de Davi com Michael Jackson. Talvez se o coral tivesse cantado e coreografado uma música secular, como fez o concorrente com a clássica "Yesterday", o jurado teria outra opinião.

Sem querer, os dois jurados representaram duas vozes dissonantes quando o assunto é música cristã. Miranda preocupou-se com as referências que podem vir junto com a música. Ele viu a música como um todo (música, letra, voz, gestos) e não como um mero acessório da performance.
Roth deu atenção às habilidades e competências para apresentar uma música.

Miranda achou que uma performance tem poder para diluir ou desarticular uma mensagem religiosa.
Roth entendeu que a mensagem deve ser observada à parte do talento para apresentá-la.

Alguns podem dizer, Ah, mas Davi dançou quando trouxe a arca de volta para Jerusalém! Sim, dançou. E tem gente que vai rebater, É, ele dançou mas sua mulher [Mical] o repreendeu! Viu como é fácil polarizar o debate? Começo respondendo que Davi dançou, mas sua esposa não o repreendeu porque ele estava imitando passos de um popstar sensacional. Até porque o conceito de popularidade não era esse nos tempos do antigo Israel.

Alguns comentaristas bíblicos dizem que Davi tirou suas roupas de líder real/militar/sacerdotal e se uniu ao povo como um simples adorador. De acordo com esse argumento, naquele momento ele estava dançando, mas não era um dançarino. Ele estava tendo uma atitude de adorador e não fazendo pose. 

Não é possível atender completamente às expectativas e entendimentos da noção distinta que as pessoas têm do que é sagrado ou adequadamente cristão. Além disso, muita gente acha que certas críticas ao mundo gospel não trazem benefício algum ao evangelho. Mas o produtor musical Carlos Eduardo Miranda fez uma crítica direta, sem meias palavras. Faríamos bem em dar ouvidos ao clamor das pedras de vez em quando.


Nesse vídeo, a participação do coral e os comentários dos jurados.
 

46 comentários:

felipe tonasso disse...

iluminado joézer,

realmente Deus não vê como vê o homem, mas o homem vê e isso também importa né?! ;)

excelente reflexão!

que tal miranda no encontro de músicos 2011? ;) eu voto!

continue nos abençoando com o pensar! e depois comento contigo um estudo que fiz sobre os termos da dança, contextos, etc.

graça e paz,

Zaine Sá disse...

Sobre a dança d Davi, eu preciso fazer um comentário importante!

Muita gente cita o momento d Davi para dizer q a dança tá liberada! Quem não concorda com isso, usa a atitude d Mical para dizer q não tá liberada coisa nenhuma!

O mais interessante mesmo é q se vc ler II Samuel 6 e 7 vai perceber q a benção caiu sobre Davi e não sobre Mical!

A sequência do texto diz q ela não teve filhos (o q para época e contexto social é sinônimo d maldição)! E Davi teve paz, renovou os votos com Deus e foi abençoado com o projeto d erguer o Templo!

Analisando por esse prisma, decida vc se Deus aprovou ou não a dança d Davi!

L@uzi disse...

Que Raiz Coral tem uma musicalidade, técnica e harmonia entre si é até redundante de se dizer...Agora a banalização do que é Cristão faz com que as outras características citadas sejam anuladas...Fazer a vontade de Deus deve ser SEM DÚVIDA a base de nossos pensamentos, nossa adoração, nossa música..

Excelente artigo!! parabéns!

Pr. Rogério Sathler disse...

Artigo sensato, equilibrado e maduro!
Pena que "nossos" músicos e cantores por aí não possuam exatamente estes elementos fundamentais na jornada cristã: sensatez, equilíbrio e maturidade.

danivia disse...

Que bom que não sou só eu que estou achando que as coisas andam estranhas. Texto mais uma vez excelente, equilibrado e sensato. No final das contas, o sal precisa se misturar pra dar sabor, mas nunca deixa de ser sal. Que clamem as pedras por ai, se isso for necessário para nos despertar. Parabéns, Joezer.

rafaelmagalhaes disse...

Deus continue te abençoando ricamente e lhe concedendo sabedoria ao digitar palavras claras que venham tocar e abrir as mentes dos que por aqui passam... Tenho andado triste com tudo o que vem acontecendo...sinceramente, quão ansioso rogo a Jesus que volte e me leve desse mundo que me deixa triste ao notar as distorções do que Ele mesmo nos orientou e orienta através da Bíblia, Seu Livro Sagrado.
Espero ter a oportunidade de conhecer-te e ter uma conversar, aprendizado abençoado!

Ivamara disse...

Não conhecia o blog. Li a matéria como indicação e gostei muito. Entendo que a mistura realmente não faz bem à saúde espiritual. Que os músicos cristãos entendam isso urgentemente. Parabéns Joezer.

joêzer disse...

tonasso, ótima sugestão de nome para o encontro de músicos 2011. aguardo seu estudo.
zaine, concordo com essa interpretação do texto bíblico.
danivia, você por aqui, privilégio.
pr. rogério, precisamos de algum modo dialogar/instruir/ouvir nossos músicos.
enfim, agradeço a leitura e o comentário de todos.

Anônimo disse...

Gostei muito "como Davi ou como Michael Jackson?" pq eu tb acho que tudo tem limite... eu gosto do Sergio Saas "versão solo", quando entra coral estrapola um pouco, mais tem quem goste...

gtulio.7 disse...

eu gosto muito do saas e do raiz ...
mas particurlamente quando se trata de "presepadas" cm vimos ai o jeituh naum é jogar pedras é orar por eles e refletir cm esta a nosa vida espiritual e ate q ponto podemos chegar cm a historia de pregar o evangelho a qaulquer custo...

André R. S. Gonçalves disse...

geralmente eu me abstenho de fazer comentários negativos, mas neste caso só tenho uma palavra:
lamentável

Anônimo disse...

Olá joézer,

O grupo Raiz Coral é de que denominação?

Marco.

Srº Babel disse...

o grupo é inter-denominacional, ou seja, os integrantes são de religiões diversas...

Anônimo disse...

Na minha opinião quem não gosta e se escandaliza não assiste e não julga...“Até o tolo, quando se cala, se passa por sábio." Pv17:28

joêzer disse...

isso quer dizer que quem gosta e não se escandaliza está acima das críticas? o Miranda deveria ter ficado calado para fingir sabedoria? o Miranda e os comentaristas desse texto só têm o direito de ficar calado?
vc acha que só quem gosta e não se escandaliza é que pode dar opinião?
só pode falar quem é a favor?
ditadura gospel, não, né?

Anderson disse...

Não gosto muito do estilo do Raiz Coral mas gostei da outra apresentação no Qual é o seu Talento ("Eu deixo a tristeza para me alegrar"). Já sobre essa última, não foi legal. Senti um espírito muito secular, uma coisa de artista pop mesmo. O Sergio Saas parecia o Kanye West. Não sei se ele acha isso um elogio, mas com a Palavra de Deus na boca não é. E o Miranda foi bem coerente. A gente recebe cada lição dos incrédulos, não é mesmo?

barulhos disse...

como já leio seu blog, sei (aproximadamente) um pouco da sua visão sobre o que é sagrado.
gostaria de indicar duas leituras importantes sobre o assunto:
heschel, abraham joshua. God in search of man.
doukhan, jacques. hebrew for theologians.
a visão bíblica do que é sagrado é bem mais ampla e complexa do que aferir "certos" e "errados" a condutas alheias (e sei que não foi essa sua intenção).
shalom

joêzer disse...

anderson, a comparação é interessante.

caro edson, obrigado pelas sugestões de livros. vou procurar. eu tenho minhas ressalvas quanto a qualquer "doutrinação de comportamento" ou conduta. mas me pareceu que cantar uma música cristã com 'moonwalking' foi demais até pro Miranda (e para o a.r.s. gonçalves, no comentário acima).

abraço

André R. S. Gonçalves disse...

Edson,
o objetivo não é falar mal ou denegrir imagem de ninguém especificamente. Não sou contra o Moonwalk em si, longe de mim. No entanto, o sagrado sempre é interpretado de acordo com o contexto cultural.
Me parece ser uma apresentação de música popular de cristãos e não uma apresentação de música cristã. Eu pessoalmente não teria dificuldades com isso se não houvesse a intenção explícita de passar uma coisa pela outra. (Note que eu não falei da música em si, mas sim da apresentação da mesma).
Shalom

Anônimo disse...

inveja é ...!

Anônimo disse...

Preconceito e inveja..vcs estão julgando a própria bíblia recrimina quem julga.. quando um músico faz algo diferente que chama a atenção dos jovens e traz o ovem para Deus, vem um monte de gente julgando e atirando pedras é por isso que o jovem está e vai ficar cada vez mais afastado de Deus...Não JULGUEM!!!!

joêzer disse...

meu caro anônimo,
vc acabou de fazer um julgamento. inclusive dando o seu veredito chamando de preconceituosos e invejosos o Miranda e todos aqueles que acharam que houve excesso (ou falta?) na apresentação do raiz.

todos nós julgamos. e não há nada de errado nisso, a não ser quando é feito com desrespeito, ofensas e calúnias. no fundo, no fundo, não é o fato de julgar. ninguém gosta mesmo é de ser criticado.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

SÓ REFORMULANDO O Q ESCREVI ANTERIORMENTE NO PINÍCIO DO TEXTO,TODOS TEM DIREITO DE COMENTAR,MAS OS EX-MENBROS DO RAIZCORAL QUE NÃO REINVINDICARAM SEUS DIREITOS E SEGUIRAM A LINHA DEUS JUSTIFICARÁ,SABEMOS QUE DEUS É´O ÚNICO JUIZ E CREIO E ESPERO VER MESMO ESSA JUSTIÇA ACONTECER AQUI E COMO DIZ NA BÍBLIA QUE FALA DAQUELA PASSAGEM QUE DIZ:MUITOS DIRÃO NAQUELE DIA QUE FIZERAM MUITAS COISAS EM NOME DE DEUS E O JUSTO JUÍZ DIRÁ:AFASTAI-VOS DE MIM MALDITOS.........
VAMOS DEIXAR NAS MÃOS DE DEUS NÉ POVO!
NÃO VIM AQUI JULGAR,PQ TENHO PLENA CONSCI~ENCIA QUE ESSE PAPEL É DE DEUS;MAS AQPENAS QUIZ DIZER UM POUCO A VERDADE QUE MUITOS DESCONHECEM!E A VERDADE LIBERTA DO ENGANO!

rafaelmagalhaes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rafaelmagalhaes disse...

Queridos, por favor.
Uma vez me afastei dos caminhos de Deus por ouvir comentários errôneos e de falso testemunho à meu respeito, e mediante a tamanha hipocrisia no meio da música e pastoral, fiquei dotado de tamanho rancor... Não vale a pena! Tudo o que forem comentar, orem a Deus pedindo sabedoria para não criar tumulto e discussões que não nos levará a lugar algum, a não a verdade que o fato não seguiu o proposto: Levar a mensagem através da música. Sei que o Saas não é "flor que se cheire", vamos orar por ele? Sei que ele não segue o que Deus nos orienta seguir no Ministério da Música, vamos orar por ele? Sei que devemos abrir os olhos das pessoas que o assistem! VAMOS ORAR A DEUS, PEDINDO SABEDORIA PARA ABRIR OS OLHOS DE NOSSOS AMADOS!! Continuo parabenizando o Joezer pelo Blog, e peço a Deus que use-o somente para o BEM! Quanto ao Raiz Coral e Serginho, estou orando por eles e mais uma leva de cantores que estão indo para o mesmo caminho, deixados levar pela ilusão da fama e exibicionismo...que a Bíblia não aplaude tal ato. Se todo mundo agisse dessa maneira, quando viesse a ler comentários a respeito do ocorrido, contribuiria para o texto e aparecendo com sete pedras para matar um pequeno Davi...

caesar disse...

Se você já viu um show do Tonéx ou do Kirk Franklin logo perceberá que são (aparentemente) referências para o Saas, tanto para estilo musical quanto a vestuário. Penso que o Michael Jackson também é uma das referências, já que gravaram uma música no primeiro cd com a bateria sampleada do "Billie Jean", acho. Isso explica parte do que aconteceu no QST. Penso que o Miranda disse o que sentiu ao ouvir/assistir a apresentação e que cada um pode ser impressionado de modo diferente pela mesma música e apresentação. Não conheço o Saas, não sei como ele vive e que atitudes tem mas sei que quando Deus fala pode ser através da jumenta. Que nesse caso pode ser tanto o Saas e o Raiz Coral quanto o Miranda.

gtulio.7 disse...

...eis mais uma história q naum tem fim!!!cm já tinha dito antes vamos avaliar o modo cm queremos apresentar o evagelho no mundo de hj e se perguntar se vale a pena fazer isso a qualquer custo cm "acho" que o saas fez lá QST!!cantaram bem, isso é inegavel, mas a musica com a intepretaçao que fizeram parece naum qr dizer nada sobre um DEUS q nos ama e qr nos salvar, e sim exibicionismo!!!quanto ao fato de julgar só é valido qaundo vc dar o decreto final e naum é o q vejo em alguns comentarios, pq sao só avaliaçoes do ponto de vista de cada um e isso todo mundo faz até quando está dizendo q naum julga nada e ninguem !!!

joêzer disse...

Aos que ainda comentarão por aqui: meu post se refere unicamente ao conteúdo da apresentação do coral no programa do sbt.
ofensas de ordem pessoal em relação aos artistas em questão serão deletadas pelo administrador chato deste blog.
vlw

Geremias disse...

bom eu diria que ha muitas interpretaçoes no caso do raiz no qst PRIMEIRA quem asistiu na primeira apresentação viu que o saas deixou clarissimo que o objetivo ali era ganhar a grana pra gravar o seu tao sonhado DVD ok bom a mais nossos talentos devem ser usados para a obra do senhor. sim. mais ele disse desde o principio que tava ali pra ganhar a grana SEGUNDO alguem se referiu ai sobre pedras clamando, eu comcordo plenamente so que.
assim como tem pedras pra clamar tem o diabo pra acusar pelo amor de Deus prestem atençao e o mais provavel com certeza e o diabo aparecer em rede nacional pra derrubar um ministerio aproveitando do seus erros.
para desanimar e fazer com que eles pulem direto para o lado dele. TERCEIRO nos ficamos aqui falando falando e esquecemos que. o puxao de orelha do miranda pode ter sido tambem a voz do Espirito Santo que com certeza fez com que o saas e o raiz refletissem sobre o que fizeram passou dos limites, e com certeza fez efeito a prova disso e e a ultima apresentação na final e a recompensa divina com a vitoria eu acredito que eles se arrependeram porque quem assistiu a final viu que parecia outro raiz eu nao acredito que venceriam se permanecessem na desonrra parabems raiz coral saas vcs mostraram que vale mais apena se arrepender do que retroceder Deus abençoe a todos ASS Geremias Moreira Ibotirama Ba

joêzer disse...

Você traçou uma sincera cronologia da participação do coral no QST.

De fato, na final foi bem diferente e tb penso que não foi apenas efeito da música que eles escolheram para apresentar.
Importa que o coral e seu líder cresçam em graça e sabedoria.

Anônimo disse...

Joézer, a Bíblia é bem clara em dizer :no que depender de vós, tendes paz com todos" e também nos diz: Nunca diminua a influência do teu irmão... vc se mostra um real fariseu... estudante teológico talvez e defensor de suas próprias opiniões levando pessoas como vc a murmurar e falar mal do próximo.... é uma pena, uma vergonha esse seu blog e infelizmente vc envergonha o nome da sua igreja e em vez de ganhar almas cria contendas...
Páre com sátiras,Jesus nunca usou disso e se vc quer ser o justiceiro comece imitar que foi Jesus e não quem o perseguiu...

Anônimo disse...

Joézer, a Bíblia é bem clara em dizer :no que depender de vós, tendes paz com todos" e também nos diz: Nunca diminua a influência do teu irmão... vc se mostra um real fariseu... estudante teológico talvez e defensor de suas próprias opiniões levando pessoas como vc a murmurar e falar mal do próximo.... é uma pena, uma vergonha esse seu blog e infelizmente vc envergonha o nome da sua igreja e em vez de ganhar almas cria contendas...
Páre com sátiras,Jesus nunca usou disso e se vc quer ser o justiceiro comece imitar que foi Jesus e não quem o perseguiu...

Anônimo disse...

joézer....vc já fez alguma boa ação hj para ganhar almas? ou só ficou aí sentado no seu PC para denegrir a imagem do seu próximo?
enquanto vc aponta o dedo para o seu próximo, não se esqueça que tem 3 dedos apontados para vc...

Anônimo disse...

eu só queria saber o que tanto fazem vocês para o reino de Deus além de falar mal dos outros... muito tempo perdido para ser mais um fariseu.. tem muita gente precisando de palavra enquanto o mundo só apresenta coisas interessantes... não pessoas chatas. Acho que dos crentes vocês são aqueles caras que ficam lá contabilizando e criticando tudo o que fazem por aí... é isso que mantém muitos amigos meus fora da igreja.. e eu nunca ouvi dizer que Jesus fez nada deste tipo igual este blog... só escribas mesmo... fariseus.. pessoas assim... acho que vcs estão jogando do lado errado e nem se dão conta do tamanho da besteira que fazem... já que são tão sensatos equilibrados e maduros, igual o pr. falou acima, vamos lá! façam algo sensato e maduro porque o tempo está acabando e algo tem de ser feito pra quem precisa de amor e de uma palavra amiga, não críticas para que mais gente seja excluída por vocês, portadores da Verdade... que pensam que a Verdade é só de vocês e para vocês, sendo que Jesus a Deu a todos. Não usem a verdade como um troféu dizendo: "nós somos o povo da verdade, a igreja verdadeira", o resto é o "mundo"... Tratem primeiramente os seus com decência e amor, depois o "mundo" também... se não, jamais haverá separação entre o "mundo" e vocês.. parede e muro este, que vocês mesmo constroem com este tipo de comentário... Quando se espera algo diferente vindo da parte de vocês (até porque quem conhece os caras, imagina que estão todos afim de trazer o mundo aos pésde Jesus) mas se deparam com gente pequena, que não consegue fazer nada além de criticar... não vai ter post de parabéns pela vitória? Só criticas né... tá. Não vai ter nada para aproveitar o "gancho" e a oportunidade em rede nacional que o grupo criou (sim, não é só coisa ruim) para gente como vocês também utilizarem e transformarem em "almas para Jesus"? O que vcs tão fazendo no mundo? Tá tão cômodo que vocês só pensam nas regras e nos "não-podes" que não percebem que existe algo mais e se você tiver uma missão, vai fazer alguma coisa boa com relação a essa audiência?? É sempre assim... sempre excluindo, lamentando, criticando, comparando com o mundo para falar mal... eu posso comparar este blog a muitas coisas do mundo.. mas tem tanta coisa do mundo muito mais bem-intencionada do que este blog... significa que as pedras estão falando? Precisa eu, vir aqui e me indignar com a atitude pequena de vocês que só lamentam e dizer para vocês que são músicos, pastores, arranjadores, escribas (sic), fazerem algo com as suas vidas ao invés de criticar? Pedras falando... bom... eu teria muitos toques para dar pra vocês, mas também não vou perder mais meu tempo aqui... isso nunca vai mudar... não no que depender de vocês... esse comentário nem deve ir ao ar e vocês com certeza terão respostas muito boas pra me dar de regras e de como tratar as pessoas como lixo... isso explica a debandada... e isso explica ninguém ir buscar quem está se perdendo.. e isso explica toda a roubalheira que come solta no sistema perfeito do mundo perfeito... e isso explica toda vez que chamam "nossa" uma música na qual jamais se investiu, se maltratou, se proibiu, se subjulgou, se humilhou, e não se abriu a boca nem para dizer um amém.. apenas olhares tortos de gente torta que se acha reta e vive a vida para aprovar ou desaprovar.

Anônimo disse...

eu só queria saber o que tanto fazem vocês para o reino de Deus além de falar mal dos outros... muito tempo perdido para ser mais um fariseu.. tem muita gente precisando de palavra enquanto o mundo só apresenta coisas interessantes... não pessoas chatas. Acho que dos crentes vocês são aqueles caras que ficam lá contabilizando e criticando tudo o que fazem por aí... é isso que mantém muitos amigos meus fora da igreja.. e eu nunca ouvi dizer que Jesus fez nada deste tipo igual este blog... só escribas mesmo... fariseus.. pessoas assim... acho que vcs estão jogando do lado errado e nem se dão conta do tamanho da besteira que fazem... já que são tão sensatos equilibrados e maduros, igual o pr. falou acima, vamos lá! façam algo sensato e maduro porque o tempo está acabando e algo tem de ser feito pra quem precisa de amor e de uma palavra amiga, não críticas para que mais gente seja excluída por vocês, portadores da Verdade...

Anônimo disse...

que pensam que a Verdade é só de vocês e para vocês, sendo que Jesus a Deu a todos. Não usem a verdade como um troféu dizendo: "nós somos o povo da verdade, a igreja verdadeira", o resto é o "mundo"... Tratem primeiramente os seus com decência e amor, depois o "mundo" também... se não, jamais haverá separação entre o "mundo" e vocês.. parede e muro este, que vocês mesmo constroem com este tipo de comentário... Quando se espera algo diferente vindo da parte de vocês (até porque quem conhece os caras, imagina que estão todos afim de trazer o mundo aos pésde Jesus) mas se deparam com gente pequena, que não consegue fazer nada além de criticar... não vai ter post de parabéns pela vitória? Só criticas né... tá. Não vai ter nada para aproveitar o "gancho" e a oportunidade em rede nacional que o grupo criou (sim, não é só coisa ruim) para gente como vocês também utilizarem e transformarem em "almas para Jesus"? O que vcs tão fazendo no mundo? Tá tão cômodo que vocês só pensam nas regras e nos "não-podes" que não percebem que existe algo mais e se você tiver uma missão, vai fazer alguma coisa boa com relação a essa audiência?? É sempre assim... sempre excluindo, lamentando, criticando, comparando com o mundo para falar mal... eu posso comparar este blog a muitas coisas do mundo.. mas tem tanta coisa do mundo muito mais bem-intencionada do que este blog...

Anônimo disse...

significa que as pedras estão falando? Precisa eu, vir aqui e me indignar com a atitude pequena de vocês que só lamentam e dizer para vocês que são músicos, pastores, arranjadores, escribas (sic), fazerem algo com as suas vidas ao invés de criticar? Pedras falando... bom... eu teria muitos toques para dar pra vocês, mas também não vou perder mais meu tempo aqui... isso nunca vai mudar... não no que depender de vocês... esse comentário nem deve ir ao ar e vocês com certeza terão respostas muito boas pra me dar de regras e de como tratar as pessoas como lixo... isso explica a debandada... e isso explica ninguém ir buscar quem está se perdendo.. e isso explica toda a roubalheira que come solta no sistema perfeito do mundo perfeito... e isso explica toda vez que chamam "nossa" uma música na qual jamais se investiu, se maltratou, se proibiu, se subjulgou, se humilhou, e não se abriu a boca nem para dizer um amém.. apenas olhares tortos de gente torta que se acha reta e vive a vida para aprovar ou desaprovar.

Anônimo disse...

Joézer... vc deve cantar assim..."Com os pés na terra e os olhos no irmão"... é lastimável...uma dica pra vc:
neste momento ajoelhe-se ore à Deus e peça perdão pelo fato de ter cometido o sétimo pecado que nosso Senhor Nosso Deus abomina: Criar contenda entre irmãos....
do contrário crie uma igreja com seu nome e suas críticas que não vem de Deus....vem do diabo

joêzer disse...

caro anônimo,
agradeço a franqueza de suas palavras. Preciso corrigir coisas no meu modo de pensar e escrever. Até porque não quero criar "contenda entre os irmãos", quero levá-los a refletir comigo, quero arrazoar um pouco. às vezes acerto, às vezes erro, como um bom fariseu e escriba que sou.
Não sei se devo ficar de boca fechada toda vez que eu enxergar que algo está sendo feito de forma exagerada. Só que dessa vez, alguém que não frequenta uma igreja percebeu que algo se perdeu. Miranda percebeu que a mensagem foi diluída em favor do espetáculo.
Não que o espetáculo seja ruim. Como eu disse no texto, o raiz coral tem competência e habilidade inegáveis.
O problema foi o exagero, a mistura de uma canção que fala de Davi entremeada com os passos de Michael Jackson, como fez um dos componentes do coral.
Não usei de sátira, não ofendi nenhum dos integrantes (aliás, deletei aqui comentários de ordem pessoal ou ofensivos ou caluniadores).
Como foi mesmo a apresentação vitoriosa do coral? Que música usaram, como foi a performance?
Viu como eles mudaram a atitude? Pelo meu twitter, que é muito mais lido que esse modesto blog, mandei minhas congratulações e elogios ao coral.
Pergunto a mim mesmo: será que eles mudaram a performance só por causa da música que cantaram? Eu penso que eles foram humildes o bastante para avaliar sua apresentação (a criticada pelo Miranda) e mudar a atitude. Nisso eles foram grandes também e não apenas na apresentação.
Se você puder ler outros textos sobre música neste blog, verá que há elogios e há críticas. Não sou dono da verdade e a verdade não é uma igreja, a Verdade é Cristo (Ele mesmo diz ser o Caminho, a Verdade...)
Lembre-se que nós também somos chamados para reparar brechas, consertar veredas. Às vezes, sentimos a necessidade de apontar falhas. Algumas vezes essa falha está no modo de apontar a falha dos outros.
Se o amigo se sentiu ofendido e ridicularizado em sua fé e sinceridade, peço desculpas. Essa não foi nem de longe minha intenção. Como eu disse, julguei estar comentando o que o Miranda falou a respeito e muitos dos amigos e irmãos sentiram o mesmo (estão todos eles errados e com más intenções, são todos eles tb hipócritas e fariseus?).
Agradeço o mote ("com os pés na terra e os olhos no irmão") e realmente quero colocá-lo em prática. Sem amor, eu nada serei.
Pra encerrar: se por acaso o amigo encontrar novas falhas de caráter nessas minhas mal-traçadas, sinta-se à vontade para comentar (embora eu deva dizer que não foi muito agradável ser chamado de fariseu e criador de contendas. rsrs).
obrigado por comentar e mais uma vez desculpe também a franqueza do meu texto.
Joêzer

Anônimo disse...

Sou adventista batizado a mais ou menos uns 5 anos, e vejo o raiz coral como um grupo gospel e não adventista. Creio q as musicas deles são direcionadas ao publico cristão e não cirstão. Infelizmente muitas de nossas musicas não tem se preocupado muito com esse aspecto. Na época que não era cristão, eu nunca ouvi falar de musica de adventista, agora em relação ao raiz coral eu ja ouvi mtas vezes, sendo que através do testemunho do /sergio saas, foi onde resolvi conhecer a igreja adventista.

Quem esta certo?

Eu creio que como cristãos devemos estrair o melhor de todos assim como Jesus fez, e não sermos fariseus em criticar. Graças a Jesus o Felipe Tonasso não é Deus, pois vejo que seriamos fuminados.

É probido dançar??? (Não estou falando de funk, axé... essas musicas mundanas...)

Quer dizer uma valsa ao som de mozart é do diabo?

Olha, como adventista praticante que sou, eu vejo que eles não fizeram mau algum, primeiro: Eles não dançaram dentro da igreja, segundo: não foi uma dança sensual; terceiro: eu conheço algumas pessoas do raiz que são mais cristãs que muitos dentro da nossa igreja.

Anônimo disse...

Mais uma coisinha...

Amigo...

Quantas pessoas em 2010 levou para Cristo?

E esse começo de ano?

Quantos trabalhos missionarios vc ja realisou este ano?

pense e reflita, não sou critico... longe disso!

Devemos olhar primeiro para o nosso eu, e depois levantarmos critica a alguem ou alguma coisa...

Cultura e igreja não salva ninguem e sim o Sangue de Cristo.

joêzer disse...

meu caro anônimo,

pense comigo em alguns outros pontos: você teve vontade de conhecer a igreja por meio do Saas. Já o Miranda, ao ver a apresentação do Saas e do coral, não deve ter ficado com vontade nenhuma de conhecer a igreja.
A mesma apresentação pode ser vista de modos diferentes. Pode atrair um e afastar outro.
Ouvi de alguém não-cristão sobre o vídeo da apresentação: "é o fim do mundo mesmo".
Por isso~, se alguém que não é da igreja viu exageros, como que alguém que vivencia a igreja não vê também?
Você lembra que o coral mudou de atitude na apresentação final também, né? Talvez isso queira dizer que eles tiveram a nobreza de reconhecer os exageros e mostrar uma outra faceta do seu enorme talento.
Você acha que toda pessoa que observa falhas e problemas alheios não está comprometida com a missão da igreja? Lembra da linguagem forte e irônica que Jesus usava para com os fariseus, os "estrelas" daquela época?
Veja que meu texto aproveitou uma crítica do Miranda e apresentou duas visões sobre música que convivem nas igrejas. Para alguns, o texto estava correto e ponderado. Para outros, pareceu uma crítica injusta.

Jetnba disse...

A grande dicotomia cantor/artista!!!
Existe uma linha que separa cantor/membro/artista ou eles são apenas um??
Os fins justificam os meios???

Anônimo disse...

não se pode dar exemplo de cristo entrando dessa forma ,mas um dia apreenderemos a forma correta, Deus ver o coração e julga da melhor forma.

Anônimo disse...

pelo menos ele não falou a respeito da trindade essa dotrina pagã de 3 deuses , pesquise e voces vão ver que é verdade