12 outubro, 2012

a palavra da fé e a fé na Palavra


A Bíblia é uma perfeita literatura artística e espiritual. Ao estudarmos a Bíblia sem preconceitos e mente aberta, colocamos em xeque nosso modo de viver, passamos a duvidar de que temos a resposta humana para tudo e começamos a compreender o significado da vida.

Então, tudo está explicado? Não. Muitas vezes, gostaríamos que certos pontos da Bíblia fossem mais claros e diretos, gostaríamos de ver um “x” marcando a alternativa correta para que ninguém interpretasse diferente.

Não é assim tão fácil. Aliás, não é difícil enxergar a Bíblia como a palavra da fé. Mas o que precisamos mesmo é ter fé na Palavra.

Em João 5:39, vemos Jesus dizendo: “Examinais as Escrituras porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas que testificam de Mim”. Muitos de nós examinamos, pesquisamos e estudamos a Bíblia buscando achar um erro histórico, uma incoerência textual. E é possível encontrar o que se quer: a falha gramatical, a dúvida factual, a vida eterna.

No verso 40, Jesus adverte: “Mas não quereis vir a Mim para terdes vida”. Sem desprezar as perguntas, as dúvidas e o espírito científico, afinal, os pioneiros da igreja inquiriam e estudavam arduamente a Bíblia a fim de encontrar respostas, nós também não podemos baixar os olhos para examinar a Palavra e deixar de encontrar o Cristo que ela apresenta.

Para muitos, a Bíblia é letra morta. Mas para os que creem, ela contém o Cristo vivo.

2 comentários:

Alysson Huf disse...

"E é possível encontrar o que se quer: a falha gramatical, a dúvida factual, a vida eterna." essa construção foi simplesmente linda! merece ser perolizada.

joêzer disse...

gracias, amigo.